Já ouviu falar na Zona Erógena?

Sabe aquela parte do seu corpo que você ama quando toca e te deixa toda arrepiada?

Provavelmente esta é uma área de alta sensibilidade em seu corpo e que nós chamamos de Zona Erógena. Ou seja, uma “área erótica” com muitas terminações nervosas e que provoca uma sensação de prazer imediato quando estimulada, funcionando como um gatilho para a excitação sexual.

O que muitos ainda não têm ciência é que não necessariamente estão ligadas às áreas sexuais do nosso corpo.

Pronta (o) para novas descobertas? Então vamos lá…

O QUE SÃO AS ZONAS ERÓGENAS?

O que são Zonas Erógenas?

A grande verdade é que nossa pele é uma extensa zona erógena, cheia de terminações nervosas e que podem (e devem) ser tocada de diferentes maneiras.

Essa estimulação pode ser feita tanto pelo toque direto ou com ajuda de produtos ou acessórios eróticos. O importante é manter o contato independentemente de que forma seja.

As zonas erógenas mais conhecidas são genitais, mamilos, lábios e parte interna das coxas, porém existem outras áreas pouco exploradas com grande potencial de apimentar a intimidade.

Mas por que algumas áreas do corpo são excitantes para uns, enquanto que para outros não há nada de interessante?

A excitação sexual é muito relativa. Depende muito da situação que a pessoa se encontra, do grau de intimidade que as carícias acontecem e também da interpretação e associação que o nosso cérebro dá.

Na verdade, o grande gerador de emoções é o cérebro. É ele que consegue definir as zonas erógenas de cada pessoa, aumentando ou diminuindo o prazer causado por cada estímulo.

É importante ressaltar que o imaginário erótico e a sensibilidade do seu corpo vão se moldando ao longo da sua vida sexual, o que certamente despertará e aflorará em áreas diferentes de pessoa para pessoa.

HOMENS E MULHERES TÊM ZONAS ERÓGENAS DIFERENTES?

Nossa anatomia é bem diferente, logo, as zonas erógenas também.

No homem, basicamente, o foco do prazer está no pênis, assim como todo o seu aprendizado sexual. Isso explica porque muitos têm como objetivo o contato íntimo o mais rápido possível, quando estão diante de uma parceira.

As mulheres reagem diferente porque não tem a mesma intimidade com o prazer e sexo do que eles. O aprendizado sexual das mulheres não fica restrito somente à região genital. Elas desenvolvem suas habilidades para outras áreas menos óbvias.

Mas para a ciência e na prática, a resposta sexual segue essencialmente o mesmo padrão em ambos os sexos. Claro que isto é relativo, afinal cada pessoa tem uma preferência e o único jeito de descobrir isso é explorando o corpo.

QUAIS SÃO AS ZONAS ERÓGENAS MAIS CONHECIDAS?

Zonas Erógenas das Mulheres

ZONAS ERÓGENAS FEMININAS:

Clítoris – com 8 mil terminações nervosas, é o principal ativador da excitação feminina;
Vulva – a parte externa da vagina também é um local que proporciona prazer;
Vagina – com inúmeras terminações nervosas, tem contato com a parte interna do clítoris;
Períneo – área próxima ao ânus e que quando estimulada causa bons e intensos suspiros;
Seios – costumam ser sensíveis aos toques;
Orelhas, pescoço e nuca – diversas mulheres arrepiam-se só de perceber que o toque nessas áreas está perto de acontecer
Coxas – se tocadas sutilmente, podem causar excitação;
Bumbum – quando tocado de maneira correta, contribuem para o prazer.


Depois de ficar completamente excitada é que a mulher consegue ter uma penetração muito mais prazerosa. É por isso que as preliminares são sempre importantes para o orgasmo feminino e não devem ser encaradas apenas como um rápido “aquecimento”.

ZONAS ERÓGENAS MASCULINAS:

Pênis – foco principal e um dos locais que proporciona maior prazer;
Testículos – Muitas vezes esquecido, o testículo, caso estimulado corretamente, leva um homem à loucura;
Períneo – quando estimulado, potencializa a sensação de prazer;
Mamilos – nem todos os homens gostam, mas os mamilos são áreas erógenas que proporcionam muito prazer.


Apesar dessa lista dizer muito, o ideal mesmo é ter uma comunicação com seu parceiro e/ou parceira para entender melhor quais são os pontos de prazer. Entender o que excita o outro e também contar onde gosta de ser tocado (a) facilita ainda mais para que você possa atingir o ápice.

QUAIS SÃO AS ZONAS ERÓGENAS POUCO CONHECIDAS?

As zonas erógenas pouco conhecidas apresentam pele mais fina que a do restante do corpo e também concentram grande quantidade de terminações nervosas.

Isso explica porque temos sensações intensas no sexo mesmo em áreas consideradas “não sexuais”.

Vamos conhecer algumas?

Couro cabeludo: experimente os efeitos eróticos de uma massagem na cabeça, feita de forma lenta e suave. Você vai se surpreender!

Atrás da orelha: a pele dessa região é muito fina e bastante sensível. Experimente trocar as mordidas e lambidas na orelha. Prazer imediato!!

Pescoço: para muitos, essa é uma das áreas mais sensíveis do corpo, com exceção da região genital. É comum que, após essas carícias, a pessoa tocada sinta arrepios.

Nuca: essa área não tem muita exposição, porém é de fácil excitação. Se combinar carícias entre orelha, pescoço e nuca, é sucesso na certa!

Períneo: eis aqui uma região pouquíssimo conhecida que está localizada entre a vagina (ou testículos) e o ânus. É outra zona super sensível ao toque e que proporciona uma sensação orgásmica ao ser estimulada.

Palma da mão: geralmente são ignoradas na hora do prazer, mas experimente percorrer a sua língua pelos dedos até a parte interna da palma… Depois veja o resultado!

Sola do pé: apesar de conhecidos pela grande sensibilidade às cócegas, os pés também podem ser grandes aliados na hora da intimidade. Eles apresentam pontos de pressão que correspondem a diferentes partes do corpo.

Ao invés de massagear delicadamente, pressione de forma firme e precisa as pontas dos dedos das mãos contra a sola do pé do parceiro, simulando um movimento pulsante. Utilize também óleos ou cremes de massagem para facilitar o processo e torná-lo mais prazeroso.

Coluna Vertebral: essa área também se destaca no quesito sensibilidade. Inicie o toque com a ponta dos dedos ou então com a ponta da língua, sempre de forma delicada. Na maioria das vezes, o toque leve e contínuo proporciona altos picos de excitação.

Cotovelo e Joelho: já percebeu o quanto a pele da região interna dos braços é fininha? Essa característica ajuda a transformar a região em uma fonte de excitação para muitas pessoas nas preliminares. O mesmo acontece na parte interna dos joelhos. Faça o teste!

Mamilos: o seio é uma fonte de grande prazer, mas que o mamilo é a parte mais sensível dessa região. Os homens também curtem muito esse estímulo. Para quem gosta de algo mais leve, vai adorar toques mais sutis. Já quem aprecia uma prática sadomasoquista pode preferir estimulações mais fortes, incluindo uso de acessórios diferentes como prendedores de mamilos. Tudo vai depender das particularidades da pessoa.

DICAS QUENTES PARA ZONAS ERÓGENAS

Conhecendo Pontos de Prazer

Invista nas preliminares

Quando você parte diretamente para a penetração, normalmente perde-se o momento de descobrir suas zonas erógenas e as do parceiro também. Por isso, é importante que o casal dê mais tempo para explorar os corpos.

DICA DE OURO: Vale aqui apimentar a brincadeira com brinquedos e cosméticos eróticos. Uma ideia para começar é um Vibrador Bullet, que é pequeno, discreto e pode ser usado tanto sozinho quanto pelo casal.

  COMPRE AQUI SEU VIBRADOR BULLET  

Se toque mais

Para conhecer e explorar todos os pontos sensíveis do seu corpo é importante investir no toque. Aposte em óleos para massagens, perfumes, cremes e afins, que podem facilmente serem encontrados em sex shop, para ajudar com isso.

DICA DE OURO: se você ainda não curte a ideia de "se tocar", comece com uma massagem após o banho. Os Óleos Sensuais irão lhe auxiliar muito nesse processo de auto aceitação e conhecimento.

  COMPRE AQUI ÓLEO PARA MASSAGEM SENSUAL  

Curiosidade é muito bem-vinda

Quando você se propõe a descobrir seu corpo com outra pessoa, lembre-se de uma coisa: seja curioso (a), deixe os tabus do lado de fora do quarto ou qualquer ambiente que se proponha a fazer. A região do períneo, por exemplo, é uma zona erógena muito importante e muito pouco explorada, deixe os julgamentos de lado e sinta prazer.

DICA DE OURO: se o parceiro tiver curiosidade e você estiver a fim dessa brincadeira, um Estimulador de Próstata é o acessório perfeito para explorar... Encare tudo como uma experiência nova e divirta-se!

  CONHEÇA OS ESTIMULADORES DE PRÓSTATA AQUI  

Quanto mais, melhor

Aproveita ao máximo todo o potencial das áreas do seu corpo, estimule cada zona erógena para entender o que te dá prazer e se possível, explore duas áreas ao mesmo tempo. Por exemplo: estimular o clítoris e o mamilo.

DICA DE OURO: o mamilo é uma região super sensível e de extremo prazer. Já pensou em fazer algo diferente com um Prendedor de Mamilos? Essa experiência será inesquecível!

  SAIBA MAIS SOBRE PRENDEDORES DE MAMILOS  

Seja o melhor guia do seu corpo

Se você já conhece onde sente prazer, o melhor que pode fazer é ensinar o caminho para seu parceiro ou sua parceira. Fale onde e como gosta de ser tocado (a).

DICA DE OURO: se o parceiro (ou parceira) não entender o seu recado, então desenhe! Isso mesmo! Faça caminhos, desenhos ou sinais com uma Caneta Comestível. Será bem mais divertido!

  VEJA AQUI SUGESTÕES DE GEIS COMESTÍVEIS  

Beije muito

Os lábios também são zonas erógenas do seu corpo, nunca esqueça disso. Afinal, essa é a explicação mais lógica daquela sensação gostosa de quando se beija na boca de forma intensa e acalorada.

DICA DE OURO: quer saber como deixar seu beijo ainda mais gostoso e interessante? Aplique um Gel Eletrizante nos lábios como se fosse um batom e depois beije ele (ou ela) na região íntima. O efeito é intenso e imediato!

Gostou de saber o que são e quais são as zonas erógenas?

Agora que você já sabe todas estas deliciosas informações, que tal brincar de Mapa de Prazer?

Dessa forma, um pode ser o Explorador, enquanto o outro é o grande mistério a ser desvendado.

Em suma, prepare boca, dedos, géis e acessórios, um local bem tranquilo e muita disposição, pois a partir de agora temos uma missão pela frente. Faça tudo sem pressa e não deixe de explorar o corpo.

Agora conte aqui pra gente:

O que você achou deste texto e todas estas dicas? Deixe seu comentário contando o que pode ser acrescentado neste texto.

E não deixe de compartilhar este conteúdo com suas amigas!